eleições...

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Convidad em Qua 22 Out 2008 - 10:08

Aquiles escreveu:
FÁBIO escreveu:E já que abrimos espaço pra política, especificamente sobre os candidatos à Prefeitura do Rio, a "pérola" do Eduardo Paes envolvendo a lenda JOÃO SALDANHA pode ser mais uma gafe a repercutir negativamente nessa reta final. Acho que bate desespero no jovem candidato.

Pra mim que peguei já seu fim de carreira, Saldanha sempre me parecia o mestre dos mestres. Sem querer sê-lo e isso fazia toda diferença. Pessoa carismática com aura diferenciada. Era um gênio com o microfone. Podia-se discordar de sua análise, mas a maneira como colocava suas idéias, suas tiradas inteligentes, irônicas, corajosas, tudo de maneira simples, sem ser chula. Português perfeito.

Meu pai, pessoa "caxias" toda vida, era fã n° 1 do João que conheceu em 1961 qdo, por ter sido presidente da UME, se filiou ao Partidão. Saldanha era comunista convicto. Reencontraram-se em 78, na Copa da Argentina, num restaurante em Buenos Aires. Estavam todas as lendas reunidas, Saldanha, Jorge Cury, Mario Vianna, Sandro Moreira, Valdir Amaral. Meu pai conta que o cumprimentou e seguiu pra sentar-se mais a frente. João se levantou, sem sequer pedir autorização pros demais colegas de mesa, puxou duas cadeiras e acenou pra que meu pai se aproximasse junto com o amigo. Cara simples, sem estrelismo, apesar de sua estrela brilhar mais forte que a de todos, como sempre deve ocorrer com os gênios.

Essas histórias certamente influenciaram minha visão sobre ele. De qq forma dos 15 aos 20 já teria discernimento suficiente pra chegar a essa conclusão sozinho.

Sua morte deixou um vazio "impreenchível" na imprensa esportiva carioca.

QUEM FOI JOÃO SALDANHA?

Aqui, a frase de Eduardo Paes:


"O Gabeira não sabe o que vai fazer com a cidade no dia seguinte que assumir. Não apresentou nenhuma proposta concreta. Ele comenta as minhas propostas, virou um comentarista, o "João Saldanha da política", disse Paes"



Com surpresa tomamos conhecimento da declaração do candidato Eduardo Paes de que Fernando Gabeira seria o "João Saldanha da política".

O ex-secretário de Esporte do Estado do Rio de Janeiro parece não saber quem foi João.

João Saldanha, em toda a sua vida, não foi apenas o comentarista esportivo com atuação em rádio, jornal e televisão. Como diretor de futebol e técnico campeão do Botafogo em 1957, tornou-se o maior responsável pela montagem do time que está até hoje na memória de cariocas e brasileiros, do qual faziam parte Nilton Santos, Didi e Mané Garrincha.

Em 1969, João resgatou a auto-estima do futebol brasileiro como técnico e comandante da seleção que viria a ser tricampeã no México. Escalou e definiu as "feras do Saldanha": Carlos Alberto, Brito, Piazza, Gerson, Jairzinho, Tostão e Pelé. Até ser demitido por não aceitar interferências diretas da ditadura militar através do então presidente Médici.

Ao lado de outros grandes jornalistas esportivos, inovou com seu estilo coloquial a cultura da imprensa especializada.

Ainda jovem atuou em São Paulo e Paraná defendendo e organizando operários em greve e camponeses ameaçados de expulsão de suas terras.

Em 1985, liderando uma comissão de desportistas da qual fazia parte Juca Kfouri, inspirou o maior projeto de democratização esportiva levado a efeito no Brasil - O Recriança - que atendeu a mais de 500 mil crianças e adolescentes em todo o país. Uma iniciativa que, realizada pelo Ministério da Previdência em parceria com prefeituras, deixou frutos como a Vila Olímpica da Mangueira, no Rio de Janeiro, o Irmão Menor, em Curitiba, e o Curumim, em Belo Horizonte.

João Saldanha acreditava que, em uma política de esporte e cidadania, o esporte social – o esporte cidadão, voltado ao atendimento das camadas mais pobres da população, praticado em escolas, clubes e bairros populares – e o esporte de alto-rendimento – o que busca perfomance e conquista de medalhas e campeonatos – não são excludentes, ao contrário, se complementam.

Defendia que o poder público em um país como o Brasil tinha obrigação de investir a maior parte de seus recursos no Esporte Social.

Assim era João Saldanha, personagem que Eduardo Paes parece desconhecer.

Assinam :Elza Jobim Saldanha Milliet (irmã de João Saldanha);Vera Saldanha; Sonia Saldanha;Ruth Saldanha(filhas) ;Raul Milliet Filho (sobrinho); Oscar Niemeyer (amigo).

(G1 O Portal de Notícias da Globo 20/10/08 )

Fabilton ... 3 pontos:
1) O Paes mandou mal, mas entendo o que queria dizer ... perdeu e não sabe, assim como o estagiário já não é mais o treinador e tb se ilude ... Infeliz a colocação, só isso!!!

2) O que ele deveria ter deixado claro e sem metáforas é que o Gabeira não tem propostas, projetos concretos para serem avaliados. E não tem mesmo, tem na verdade uma carta de intenções e o RIo de Janeiro vai mais uma vez escolher um governante que não tem idéia do que fazer. Apenas pelo carisma ... Gabeira é a cara do RIo, mas o Rio não precisa do Gabeira para governar ...

3) Prova disso está em dois pontos: No debate, ele disse não ter uma proposta para a Multirio (propositalmente citado pelo PAes) ... Isso me chamou atenção e descobri o óbvio ... Dê uma olhada no site da folha sobre a matéria e no programa do Próprio candidato e de seu opositor ...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u457363.shtml
http://www.gabeira43.com.br/nonflash/planodegoverno.html
http://www.eduardopaes.com.br/site/index.asp?Pagina=http://www.eduardopaes.com.br/site/propostas.asp

Em conclusão: O Paes tem alguma noção, o gabeira nenhuma. Mas os dois apresentam a deficiência do Rio em escolher prefeitos, só lembrar que o terceiro colocado foi o bispo ...

Gosto do Gabeira como pessoa. Concordo contigo quanto a sua experiência administrativa ou falta dela. O Gabeira no Parlamento é certeza de boa representação.

Mas tenho o mau hábito, ou bom, sei lá, de deixar me guiar pela intenção do candidato. Como pra mim os dois são administrativamente inexpressivos, me deixo levar pelo caráter. Nesse quesito, Paes leva de goleada.

No mais, concordo contigo, lembrando que programa de governo é mole de fazer. Molinho. O problema é implementar. Desafio um cargo-executivo que tenha cumprido um programa, metade de um programa. Pior do que cumprir, parcialmente, é qdo eles descumprem diamentralmente seu programa. Tá cheio por aí tb, Akiller.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por ale-mengo em Qua 22 Out 2008 - 10:11

existe um movimento p'ro gabeira mto forte entre os jovens indecisos.

não tanto por ele ser "legalize", mas por ele ser o candidato que ninguem acreditava, e que é justamente quem ta se opondo ao favorito desde o inicio ( paes ). Rola algo até associado a "mudança", tal como o lula foi eleito.

a parada é que o Paes ta devendo favor a Deus e o mundo, rabo preso com varios outros, alem de ser mto menos malandro que o gabeira.

quem viu o debate do oglobo com os 2 , viu que era notoria a empolgaçao de todos com gabeira, visto que ele arrancava gargalhadas e aplausos da plateia.

o gabeira é um cara mto culto, fala mto bem, sempre foi mto esclarecido, e parece ser honesto, mas sei la, nao me parece ser a solucao pro rio.

assim como o paes tb nao me parece ser, infelizmente

ale-mengo
*GrandSênior*
*GrandSênior*

Masculino
Número de Mensagens : 6942
Idade : 32
Localização : Rio
Reputação : 6
Data de inscrição : 14/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Convidad em Qua 22 Out 2008 - 10:16

ale-mengo escreveu:existe um movimento p'ro gabeira mto forte entre os jovens indecisos.

não tanto por ele ser "legalize", mas por ele ser o candidato que ninguem acreditava, e que é justamente quem ta se opondo ao favorito desde o inicio ( paes ). Rola algo até associado a "mudança", tal como o lula foi eleito.

a parada é que o Paes ta devendo favor a Deus e o mundo, rabo preso com varios outros, alem de ser mto menos malandro que o gabeira.

quem viu o debate do oglobo com os 2 , viu que era notoria a empolgaçao de todos com gabeira, visto que ele arrancava gargalhadas e aplausos da plateia.

o gabeira é um cara mto culto, fala mto bem, sempre foi mto esclarecido, e parece ser honesto, mas sei la, nao me parece ser a solucao pro rio.

assim como o paes tb nao me parece ser, infelizmente

Esse é o problema. No Rio quem seria a solução. Não há liderança alguma!!

Mas que história parecida com a do técnico ideal pro Flamengo/2009!! Affff....

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por ale-mengo em Qua 22 Out 2008 - 10:18

a grande verdade é que já fiquei bem feliz e aliviado só pelo crivella não ter ido pro 2o turno.

Vale lembrar que na PRIMEIRA pesquisa feita, em junho desse ano, por ai, o Crivella liderava com mta folga, isso antes de começar propaganda politica, horario politico e etc.

Ou seja, só com os votos da igreja.

ale-mengo
*GrandSênior*
*GrandSênior*

Masculino
Número de Mensagens : 6942
Idade : 32
Localização : Rio
Reputação : 6
Data de inscrição : 14/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Fernando em Qua 22 Out 2008 - 10:26

FÁBIO escreveu:
Aquiles escreveu:
FÁBIO escreveu:E já que abrimos espaço pra política, especificamente sobre os candidatos à Prefeitura do Rio, a "pérola" do Eduardo Paes envolvendo a lenda JOÃO SALDANHA pode ser mais uma gafe a repercutir negativamente nessa reta final. Acho que bate desespero no jovem candidato.

Pra mim que peguei já seu fim de carreira, Saldanha sempre me parecia o mestre dos mestres. Sem querer sê-lo e isso fazia toda diferença. Pessoa carismática com aura diferenciada. Era um gênio com o microfone. Podia-se discordar de sua análise, mas a maneira como colocava suas idéias, suas tiradas inteligentes, irônicas, corajosas, tudo de maneira simples, sem ser chula. Português perfeito.

Meu pai, pessoa "caxias" toda vida, era fã n° 1 do João que conheceu em 1961 qdo, por ter sido presidente da UME, se filiou ao Partidão. Saldanha era comunista convicto. Reencontraram-se em 78, na Copa da Argentina, num restaurante em Buenos Aires. Estavam todas as lendas reunidas, Saldanha, Jorge Cury, Mario Vianna, Sandro Moreira, Valdir Amaral. Meu pai conta que o cumprimentou e seguiu pra sentar-se mais a frente. João se levantou, sem sequer pedir autorização pros demais colegas de mesa, puxou duas cadeiras e acenou pra que meu pai se aproximasse junto com o amigo. Cara simples, sem estrelismo, apesar de sua estrela brilhar mais forte que a de todos, como sempre deve ocorrer com os gênios.

Essas histórias certamente influenciaram minha visão sobre ele. De qq forma dos 15 aos 20 já teria discernimento suficiente pra chegar a essa conclusão sozinho.

Sua morte deixou um vazio "impreenchível" na imprensa esportiva carioca.

QUEM FOI JOÃO SALDANHA?

Aqui, a frase de Eduardo Paes:


"O Gabeira não sabe o que vai fazer com a cidade no dia seguinte que assumir. Não apresentou nenhuma proposta concreta. Ele comenta as minhas propostas, virou um comentarista, o "João Saldanha da política", disse Paes"



Com surpresa tomamos conhecimento da declaração do candidato Eduardo Paes de que Fernando Gabeira seria o "João Saldanha da política".

O ex-secretário de Esporte do Estado do Rio de Janeiro parece não saber quem foi João.

João Saldanha, em toda a sua vida, não foi apenas o comentarista esportivo com atuação em rádio, jornal e televisão. Como diretor de futebol e técnico campeão do Botafogo em 1957, tornou-se o maior responsável pela montagem do time que está até hoje na memória de cariocas e brasileiros, do qual faziam parte Nilton Santos, Didi e Mané Garrincha.

Em 1969, João resgatou a auto-estima do futebol brasileiro como técnico e comandante da seleção que viria a ser tricampeã no México. Escalou e definiu as "feras do Saldanha": Carlos Alberto, Brito, Piazza, Gerson, Jairzinho, Tostão e Pelé. Até ser demitido por não aceitar interferências diretas da ditadura militar através do então presidente Médici.

Ao lado de outros grandes jornalistas esportivos, inovou com seu estilo coloquial a cultura da imprensa especializada.

Ainda jovem atuou em São Paulo e Paraná defendendo e organizando operários em greve e camponeses ameaçados de expulsão de suas terras.

Em 1985, liderando uma comissão de desportistas da qual fazia parte Juca Kfouri, inspirou o maior projeto de democratização esportiva levado a efeito no Brasil - O Recriança - que atendeu a mais de 500 mil crianças e adolescentes em todo o país. Uma iniciativa que, realizada pelo Ministério da Previdência em parceria com prefeituras, deixou frutos como a Vila Olímpica da Mangueira, no Rio de Janeiro, o Irmão Menor, em Curitiba, e o Curumim, em Belo Horizonte.

João Saldanha acreditava que, em uma política de esporte e cidadania, o esporte social – o esporte cidadão, voltado ao atendimento das camadas mais pobres da população, praticado em escolas, clubes e bairros populares – e o esporte de alto-rendimento – o que busca perfomance e conquista de medalhas e campeonatos – não são excludentes, ao contrário, se complementam.

Defendia que o poder público em um país como o Brasil tinha obrigação de investir a maior parte de seus recursos no Esporte Social.

Assim era João Saldanha, personagem que Eduardo Paes parece desconhecer.

Assinam :Elza Jobim Saldanha Milliet (irmã de João Saldanha);Vera Saldanha; Sonia Saldanha;Ruth Saldanha(filhas) ;Raul Milliet Filho (sobrinho); Oscar Niemeyer (amigo).

(G1 O Portal de Notícias da Globo 20/10/08 )

Fabilton ... 3 pontos:
1) O Paes mandou mal, mas entendo o que queria dizer ... perdeu e não sabe, assim como o estagiário já não é mais o treinador e tb se ilude ... Infeliz a colocação, só isso!!!

2) O que ele deveria ter deixado claro e sem metáforas é que o Gabeira não tem propostas, projetos concretos para serem avaliados. E não tem mesmo, tem na verdade uma carta de intenções e o RIo de Janeiro vai mais uma vez escolher um governante que não tem idéia do que fazer. Apenas pelo carisma ... Gabeira é a cara do RIo, mas o Rio não precisa do Gabeira para governar ...

3) Prova disso está em dois pontos: No debate, ele disse não ter uma proposta para a Multirio (propositalmente citado pelo PAes) ... Isso me chamou atenção e descobri o óbvio ... Dê uma olhada no site da folha sobre a matéria e no programa do Próprio candidato e de seu opositor ...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u457363.shtml
http://www.gabeira43.com.br/nonflash/planodegoverno.html
http://www.eduardopaes.com.br/site/index.asp?Pagina=http://www.eduardopaes.com.br/site/propostas.asp

Em conclusão: O Paes tem alguma noção, o gabeira nenhuma. Mas os dois apresentam a deficiência do Rio em escolher prefeitos, só lembrar que o terceiro colocado foi o bispo ...

Gosto do Gabeira como pessoa. Concordo contigo quanto a sua experiência administrativa ou falta dela. O Gabeira no Parlamento é certeza de boa representação.

Mas tenho o mau hábito, ou bom, sei lá, de deixar me guiar pela intenção do candidato. Como pra mim os dois são administrativamente inexpressivos, me deixo levar pelo caráter. Nesse quesito, Paes leva de goleada.

No mais, concordo contigo, lembrando que programa de governo é mole de fazer. Molinho. O problema é implementar. Desafio um cargo-executivo que tenha cumprido um programa, metade de um programa. Pior do que cumprir, parcialmente, é qdo eles descumprem diamentralmente seu programa. Tá cheio por aí tb, Akiller.


Perfeito fabito... essa é minha opinião tb.

No mais lembro do Paes, esculachando o Lulla de todas as maneiras possíveis na suas ultimas candidaturas e agora abraçadinho dizendo que é aliado do presidente.
Essas coisas na política que me dão nojo.

Fernando
Administrador

Masculino
Número de Mensagens : 15408
Idade : 37
Localização : Rio de Janeiro
Humor : As vezes vermelho as vezes preto...
Reputação : 8
Data de inscrição : 04/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Aquiles em Qua 22 Out 2008 - 10:30

Fernando escreveu:
FÁBIO escreveu:
Aquiles escreveu:
FÁBIO escreveu:E já que abrimos espaço pra política, especificamente sobre os candidatos à Prefeitura do Rio, a "pérola" do Eduardo Paes envolvendo a lenda JOÃO SALDANHA pode ser mais uma gafe a repercutir negativamente nessa reta final. Acho que bate desespero no jovem candidato.

Pra mim que peguei já seu fim de carreira, Saldanha sempre me parecia o mestre dos mestres. Sem querer sê-lo e isso fazia toda diferença. Pessoa carismática com aura diferenciada. Era um gênio com o microfone. Podia-se discordar de sua análise, mas a maneira como colocava suas idéias, suas tiradas inteligentes, irônicas, corajosas, tudo de maneira simples, sem ser chula. Português perfeito.

Meu pai, pessoa "caxias" toda vida, era fã n° 1 do João que conheceu em 1961 qdo, por ter sido presidente da UME, se filiou ao Partidão. Saldanha era comunista convicto. Reencontraram-se em 78, na Copa da Argentina, num restaurante em Buenos Aires. Estavam todas as lendas reunidas, Saldanha, Jorge Cury, Mario Vianna, Sandro Moreira, Valdir Amaral. Meu pai conta que o cumprimentou e seguiu pra sentar-se mais a frente. João se levantou, sem sequer pedir autorização pros demais colegas de mesa, puxou duas cadeiras e acenou pra que meu pai se aproximasse junto com o amigo. Cara simples, sem estrelismo, apesar de sua estrela brilhar mais forte que a de todos, como sempre deve ocorrer com os gênios.

Essas histórias certamente influenciaram minha visão sobre ele. De qq forma dos 15 aos 20 já teria discernimento suficiente pra chegar a essa conclusão sozinho.

Sua morte deixou um vazio "impreenchível" na imprensa esportiva carioca.

QUEM FOI JOÃO SALDANHA?

Aqui, a frase de Eduardo Paes:


"O Gabeira não sabe o que vai fazer com a cidade no dia seguinte que assumir. Não apresentou nenhuma proposta concreta. Ele comenta as minhas propostas, virou um comentarista, o "João Saldanha da política", disse Paes"



Com surpresa tomamos conhecimento da declaração do candidato Eduardo Paes de que Fernando Gabeira seria o "João Saldanha da política".

O ex-secretário de Esporte do Estado do Rio de Janeiro parece não saber quem foi João.

João Saldanha, em toda a sua vida, não foi apenas o comentarista esportivo com atuação em rádio, jornal e televisão. Como diretor de futebol e técnico campeão do Botafogo em 1957, tornou-se o maior responsável pela montagem do time que está até hoje na memória de cariocas e brasileiros, do qual faziam parte Nilton Santos, Didi e Mané Garrincha.

Em 1969, João resgatou a auto-estima do futebol brasileiro como técnico e comandante da seleção que viria a ser tricampeã no México. Escalou e definiu as "feras do Saldanha": Carlos Alberto, Brito, Piazza, Gerson, Jairzinho, Tostão e Pelé. Até ser demitido por não aceitar interferências diretas da ditadura militar através do então presidente Médici.

Ao lado de outros grandes jornalistas esportivos, inovou com seu estilo coloquial a cultura da imprensa especializada.

Ainda jovem atuou em São Paulo e Paraná defendendo e organizando operários em greve e camponeses ameaçados de expulsão de suas terras.

Em 1985, liderando uma comissão de desportistas da qual fazia parte Juca Kfouri, inspirou o maior projeto de democratização esportiva levado a efeito no Brasil - O Recriança - que atendeu a mais de 500 mil crianças e adolescentes em todo o país. Uma iniciativa que, realizada pelo Ministério da Previdência em parceria com prefeituras, deixou frutos como a Vila Olímpica da Mangueira, no Rio de Janeiro, o Irmão Menor, em Curitiba, e o Curumim, em Belo Horizonte.

João Saldanha acreditava que, em uma política de esporte e cidadania, o esporte social – o esporte cidadão, voltado ao atendimento das camadas mais pobres da população, praticado em escolas, clubes e bairros populares – e o esporte de alto-rendimento – o que busca perfomance e conquista de medalhas e campeonatos – não são excludentes, ao contrário, se complementam.

Defendia que o poder público em um país como o Brasil tinha obrigação de investir a maior parte de seus recursos no Esporte Social.

Assim era João Saldanha, personagem que Eduardo Paes parece desconhecer.

Assinam :Elza Jobim Saldanha Milliet (irmã de João Saldanha);Vera Saldanha; Sonia Saldanha;Ruth Saldanha(filhas) ;Raul Milliet Filho (sobrinho); Oscar Niemeyer (amigo).

(G1 O Portal de Notícias da Globo 20/10/08 )

Fabilton ... 3 pontos:
1) O Paes mandou mal, mas entendo o que queria dizer ... perdeu e não sabe, assim como o estagiário já não é mais o treinador e tb se ilude ... Infeliz a colocação, só isso!!!

2) O que ele deveria ter deixado claro e sem metáforas é que o Gabeira não tem propostas, projetos concretos para serem avaliados. E não tem mesmo, tem na verdade uma carta de intenções e o RIo de Janeiro vai mais uma vez escolher um governante que não tem idéia do que fazer. Apenas pelo carisma ... Gabeira é a cara do RIo, mas o Rio não precisa do Gabeira para governar ...

3) Prova disso está em dois pontos: No debate, ele disse não ter uma proposta para a Multirio (propositalmente citado pelo PAes) ... Isso me chamou atenção e descobri o óbvio ... Dê uma olhada no site da folha sobre a matéria e no programa do Próprio candidato e de seu opositor ...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u457363.shtml
http://www.gabeira43.com.br/nonflash/planodegoverno.html
http://www.eduardopaes.com.br/site/index.asp?Pagina=http://www.eduardopaes.com.br/site/propostas.asp

Em conclusão: O Paes tem alguma noção, o gabeira nenhuma. Mas os dois apresentam a deficiência do Rio em escolher prefeitos, só lembrar que o terceiro colocado foi o bispo ...

Gosto do Gabeira como pessoa. Concordo contigo quanto a sua experiência administrativa ou falta dela. O Gabeira no Parlamento é certeza de boa representação.

Mas tenho o mau hábito, ou bom, sei lá, de deixar me guiar pela intenção do candidato. Como pra mim os dois são administrativamente inexpressivos, me deixo levar pelo caráter. Nesse quesito, Paes leva de goleada.

No mais, concordo contigo, lembrando que programa de governo é mole de fazer. Molinho. O problema é implementar. Desafio um cargo-executivo que tenha cumprido um programa, metade de um programa. Pior do que cumprir, parcialmente, é qdo eles descumprem diamentralmente seu programa. Tá cheio por aí tb, Akiller.


Perfeito fabito... essa é minha opinião tb.

No mais lembro do Paes, esculachando o Lulla de todas as maneiras possíveis na suas ultimas candidaturas e agora abraçadinho dizendo que é aliado do presidente.
Essas coisas na política que me dão nojo.

programa é molinho de fazer ... Mas nem isso o bichinho fez ... parece que nem ele acreditava que dessa vez dava ... Lembra o Collor bom moço ...

Tem casos que ser diametralmente oposto ao programa dá certo ... Se o PT tivesse feito o que apregoava estávamos FUDIDOS ... Correu e arrumou um cara do PSDB para ser o dono da chave do cofre ...

Aquiles
*HEXA MASTER*
*HEXA MASTER*

Masculino
Número de Mensagens : 13713
Idade : 48
Localização : SP-RJ-Mundo afora
Humor : Ácido
Reputação : 17
Data de inscrição : 04/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Flalouco em Qua 22 Out 2008 - 11:31

Aquiles escreveu:
Fernando escreveu:
FÁBIO escreveu:
Aquiles escreveu:
FÁBIO escreveu:E já que abrimos espaço pra política, especificamente sobre os candidatos à Prefeitura do Rio, a "pérola" do Eduardo Paes envolvendo a lenda JOÃO SALDANHA pode ser mais uma gafe a repercutir negativamente nessa reta final. Acho que bate desespero no jovem candidato.

Pra mim que peguei já seu fim de carreira, Saldanha sempre me parecia o mestre dos mestres. Sem querer sê-lo e isso fazia toda diferença. Pessoa carismática com aura diferenciada. Era um gênio com o microfone. Podia-se discordar de sua análise, mas a maneira como colocava suas idéias, suas tiradas inteligentes, irônicas, corajosas, tudo de maneira simples, sem ser chula. Português perfeito.

Meu pai, pessoa "caxias" toda vida, era fã n° 1 do João que conheceu em 1961 qdo, por ter sido presidente da UME, se filiou ao Partidão. Saldanha era comunista convicto. Reencontraram-se em 78, na Copa da Argentina, num restaurante em Buenos Aires. Estavam todas as lendas reunidas, Saldanha, Jorge Cury, Mario Vianna, Sandro Moreira, Valdir Amaral. Meu pai conta que o cumprimentou e seguiu pra sentar-se mais a frente. João se levantou, sem sequer pedir autorização pros demais colegas de mesa, puxou duas cadeiras e acenou pra que meu pai se aproximasse junto com o amigo. Cara simples, sem estrelismo, apesar de sua estrela brilhar mais forte que a de todos, como sempre deve ocorrer com os gênios.

Essas histórias certamente influenciaram minha visão sobre ele. De qq forma dos 15 aos 20 já teria discernimento suficiente pra chegar a essa conclusão sozinho.

Sua morte deixou um vazio "impreenchível" na imprensa esportiva carioca.

QUEM FOI JOÃO SALDANHA?

Aqui, a frase de Eduardo Paes:


"O Gabeira não sabe o que vai fazer com a cidade no dia seguinte que assumir. Não apresentou nenhuma proposta concreta. Ele comenta as minhas propostas, virou um comentarista, o "João Saldanha da política", disse Paes"



Com surpresa tomamos conhecimento da declaração do candidato Eduardo Paes de que Fernando Gabeira seria o "João Saldanha da política".

O ex-secretário de Esporte do Estado do Rio de Janeiro parece não saber quem foi João.

João Saldanha, em toda a sua vida, não foi apenas o comentarista esportivo com atuação em rádio, jornal e televisão. Como diretor de futebol e técnico campeão do Botafogo em 1957, tornou-se o maior responsável pela montagem do time que está até hoje na memória de cariocas e brasileiros, do qual faziam parte Nilton Santos, Didi e Mané Garrincha.

Em 1969, João resgatou a auto-estima do futebol brasileiro como técnico e comandante da seleção que viria a ser tricampeã no México. Escalou e definiu as "feras do Saldanha": Carlos Alberto, Brito, Piazza, Gerson, Jairzinho, Tostão e Pelé. Até ser demitido por não aceitar interferências diretas da ditadura militar através do então presidente Médici.

Ao lado de outros grandes jornalistas esportivos, inovou com seu estilo coloquial a cultura da imprensa especializada.

Ainda jovem atuou em São Paulo e Paraná defendendo e organizando operários em greve e camponeses ameaçados de expulsão de suas terras.

Em 1985, liderando uma comissão de desportistas da qual fazia parte Juca Kfouri, inspirou o maior projeto de democratização esportiva levado a efeito no Brasil - O Recriança - que atendeu a mais de 500 mil crianças e adolescentes em todo o país. Uma iniciativa que, realizada pelo Ministério da Previdência em parceria com prefeituras, deixou frutos como a Vila Olímpica da Mangueira, no Rio de Janeiro, o Irmão Menor, em Curitiba, e o Curumim, em Belo Horizonte.

João Saldanha acreditava que, em uma política de esporte e cidadania, o esporte social – o esporte cidadão, voltado ao atendimento das camadas mais pobres da população, praticado em escolas, clubes e bairros populares – e o esporte de alto-rendimento – o que busca perfomance e conquista de medalhas e campeonatos – não são excludentes, ao contrário, se complementam.

Defendia que o poder público em um país como o Brasil tinha obrigação de investir a maior parte de seus recursos no Esporte Social.

Assim era João Saldanha, personagem que Eduardo Paes parece desconhecer.

Assinam :Elza Jobim Saldanha Milliet (irmã de João Saldanha);Vera Saldanha; Sonia Saldanha;Ruth Saldanha(filhas) ;Raul Milliet Filho (sobrinho); Oscar Niemeyer (amigo).

(G1 O Portal de Notícias da Globo 20/10/08 )

Fabilton ... 3 pontos:
1) O Paes mandou mal, mas entendo o que queria dizer ... perdeu e não sabe, assim como o estagiário já não é mais o treinador e tb se ilude ... Infeliz a colocação, só isso!!!

2) O que ele deveria ter deixado claro e sem metáforas é que o Gabeira não tem propostas, projetos concretos para serem avaliados. E não tem mesmo, tem na verdade uma carta de intenções e o RIo de Janeiro vai mais uma vez escolher um governante que não tem idéia do que fazer. Apenas pelo carisma ... Gabeira é a cara do RIo, mas o Rio não precisa do Gabeira para governar ...

3) Prova disso está em dois pontos: No debate, ele disse não ter uma proposta para a Multirio (propositalmente citado pelo PAes) ... Isso me chamou atenção e descobri o óbvio ... Dê uma olhada no site da folha sobre a matéria e no programa do Próprio candidato e de seu opositor ...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u457363.shtml
http://www.gabeira43.com.br/nonflash/planodegoverno.html
http://www.eduardopaes.com.br/site/index.asp?Pagina=http://www.eduardopaes.com.br/site/propostas.asp

Em conclusão: O Paes tem alguma noção, o gabeira nenhuma. Mas os dois apresentam a deficiência do Rio em escolher prefeitos, só lembrar que o terceiro colocado foi o bispo ...

Gosto do Gabeira como pessoa. Concordo contigo quanto a sua experiência administrativa ou falta dela. O Gabeira no Parlamento é certeza de boa representação.

Mas tenho o mau hábito, ou bom, sei lá, de deixar me guiar pela intenção do candidato. Como pra mim os dois são administrativamente inexpressivos, me deixo levar pelo caráter. Nesse quesito, Paes leva de goleada.

No mais, concordo contigo, lembrando que programa de governo é mole de fazer. Molinho. O problema é implementar. Desafio um cargo-executivo que tenha cumprido um programa, metade de um programa. Pior do que cumprir, parcialmente, é qdo eles descumprem diamentralmente seu programa. Tá cheio por aí tb, Akiller.


Perfeito fabito... essa é minha opinião tb.

No mais lembro do Paes, esculachando o Lulla de todas as maneiras possíveis na suas ultimas candidaturas e agora abraçadinho dizendo que é aliado do presidente.
Essas coisas na política que me dão nojo.

programa é molinho de fazer ... Mas nem isso o bichinho fez ... parece que nem ele acreditava que dessa vez dava ... Lembra o Collor bom moço ...

Tem casos que ser diametralmente oposto ao programa dá certo ... Se o PT tivesse feito o que apregoava estávamos FUDIDOS ... Correu e arrumou um cara do PSDB para ser o dono da chave do cofre ...
Ele apenas quis dizer que o seu oponente estava falando tanto suas mentiras,como as verdades que o Saldanha fala tão bem.Porém uma coisa é certa:
OS ACONTECIMENTOS DO PRESENTE TRARÃO ACONTECIMENTOS DO PASSADO QUE,LHES AFETARÃO NO FUTURO.

Flalouco
*Master*
*Master*

Masculino
Número de Mensagens : 660
Idade : 53
Localização : Manaus-Am
Emprego/lazer : Administrativo
Humor : Vermelho e preto
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Convidad em Qua 22 Out 2008 - 11:49

Aquiles escreveu:
flamenguista2008 escreveu:
Aquiles escreveu:
Fernando escreveu:Voto no gabeira pra senador a tempos. Cara de boa indole, não tem rabo preso com ninguem, não tem acusação nenhuma de NADA, o que deveria ser pre-requisito básico pra qualquer candidato.

E pro Paes acabar de se Fuder, ele entrou numa de tentar quimar o Gabeira com material de propaganda, o que esta fazendo muita gente que tinha duvida votar no gabeira.... Tiro saiu pela Culatra e ele tomou no furinco.


Gabeira 43

Muita informação que precisa ser analisada !!!!

1) Gabeira não ter rabo preso!!! Além de um forte pleonasmo vicioso e estilístico ao mesmo tempo, é compará-lo à gayuchos e floristas ...

2) Não tem acusação de roubo vc quer dizer ... pq de atentado violento ao pudor e apologia às drogas tem ...

3) O tiro sair pela culatra é assunto de quem? Do Paes ou do Gaybeira ??? Muito suspeito !!!!

4) Não sou homofóbico, só acho que viado tem amis é que se fuder !!!!!

Falando sério ... Não acho que nenhum dos dois seja bom pro rio .. infelizmente ...

o nome correto é tautologia.

votARIA no gabeira sem pensar duas vezes mas queria mesmo era chico alencar de prefeito...tomei uma das melhores decisões da minha vida...não votar nessa eleição...que bom!

O Chico eu conheço pessoalmente e muito bem. O Professor Chico, historiador limitado, político combativo, íntegro em relação à suas ações, coerente politicamente, teimoso como ideólogo, administrador inexistente. Boa pessoa, excelente deputado ... mas não queria não! Acho que a peça certa no lugar certo, por exemplo, o Sarney é um político hábil nos corredores do planalto. O Chico não. é o homem das minorias. Esteve em meu primeiro casamento (encheu a cara antes com um outro amigo meu de infância e vieram direto da balada pro casório ... figuraça)

Esse é o problema dos candidatos atuais a prefeito no RIo. Vêem o cargo como uma posição política e nesse aspecto, acho que seu voto é coerente, quem votaria no Chico votaria tb deve votar no Gabeira ...

Por sinal Gabeira, na essência seria meu candidato pela coalizão com o PSDB na cidade. Seria se não fosse seu programa de governo pífio, ou melhor, inexistente, o que ele tem é uma carta de intenções ... e mais uma vez o RIo será entregue a amadores.

O íntegro em quase tudo, Gabeira se esquece que a integridade tb está em reconhecer suas limitações e qualidade e em não confundir a divulgação de uma idéia com a imposição de uma idéia, principalmente se é apenas uma idéia e nem projeto é ...

Repito que não hesitaria em votá=lo para Senador, deputado etc. Mas administrador ... hummmm

Respondo mais no texto do Fabilton ....

ENTRE TODOS SERIA NELE EM QUEM EU VOTARIA...PARECEU SER O CARA (ENTRE OS CANDIDATOS) QUE DARIA MAIS IMPORTANCIA A EDUCAÇÃO NESSE PAÍS...PORCARIA PURA..
SENDO ASSIM...VOTARIA EM QUEM?
TIRANDO CHICO,GABEIRA E PAES SOBRAM...JANDIRA,SOLANGE AMARAL E MOLON...E AÍ?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Oliveira-Fla em Qua 22 Out 2008 - 12:03

Bom, provavelmente não irei votar neste segundo turno por que apareceu uma festa de 15 anos pra ir na terra da minha esposa. Então, deverei justificar o voto lá por Três Rios mesmo.

Mas, se fosse votar, repetiria o voto no Gabeira. Esse papo do Eduardo Paes com o Lula, a historinha da carta pedindo desculpas e tal, pegou mal pra cacete e me fizeram escolhê-lo como primeira opção em quem não votar.

Não que eu ache o Gabeira o supra-sumo do supra-sumo da política. Conheço seu passado esquerdista e guerrilheiro, participando do seqüestro do embaixador americano no RJ e que virou filme (Que Isso, Companheiro?). Na verdade eu estou indo por um pensamento bem simplista, mas simplista mesmo: gente igual ao Paes, falante, bem articulado e cheio de ótimas intensões, já vi aos montes. Nunca fizeram nem metade do que propagaram pela campanha. Aliás, nenhum deles faz. Acabam tendo que cumprir as exig~encias de outros partidos, cobrando pela aliança e pelo apoio dado nas eleições. Resolvi por mudar a tendência, só isso. Uma tia da minha esposa me disse: "Vc é doido de votar nesse cara. Ele é viado!". Respondi: "Ué, já ajudei a botar tanto cara macho lá dentro e só fizeram merda. Quem sabe um viadinho acerta..."

Posso quebrar a cara depois (já quebrei antes, votei no Collor...) mas pelo menos vou dar a chance de ver se o Gabeira é mesmo o cara responsa que parece ser, boiolice e vícios a parte.

Outra coisa: programas de governo a parte, tendo-os ou não, outra coisa que achei interessante nessa campanha do Gabeira e que o Paes fez justamente o contrário. Não vi a cara dele pela cidade, não ouvi nehum carro de som escandaloso enchendo o saco num domingo de manhã cedo e nem o vi fazendo ataques a ninguém. Só falou do que pretende fazer. Já o Paes, desde que começou o segundo turno, é porrada atrás de porrada.

Seja lá como for, entrando quem entrar, torço para que ajude essa cidade a melhorar. Sou carioca, nascido e criado no subúrbio, longe pacas da Zona Sul maravilha e sei bem as mazelas que as áreas menos nobres da cidade sofrem. Ruas esburacadas, mal conservadas, serviços precários. Não falo nem em violência já que só prefeito não dá jeito nisso. Tem que ser um trabalho em conjunto entre todas as esferas de poder já que a coisa se alastrou de tal forma que não vai ser qualquer medida que vai dar um fim nisso que estamos vendo no Rio quase todo dia e que não é exclusividade sua.

Que quem entre saiba cuidar bem da cidade, para que ela fique cada dia mais maravilhosa.

Oliveira-Fla
*GrandSênior*
*GrandSênior*

Masculino
Número de Mensagens : 9134
Idade : 46
Localização : Um carioca perdido no DF, terra da flanela...
Emprego/lazer : Militar
Humor : Sempre bom
Reputação : 8
Data de inscrição : 04/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Convidad em Qua 22 Out 2008 - 12:29

Do genial João Saldanha, que foi o fato gerador da nota ninguém falou......putz!!!

Pobre Saldanha....que o tempo já fez o papel apagar da memória....

"Meu amigos...."

A sua coluna e suas intervenções no microfone começavam sempre assim.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Aquiles em Qua 22 Out 2008 - 13:23

Só para completar ...

Acho que o ponto é que o gabeira consegue falar a dois mundos muito claros, Os mais velhos com mais de 50 e os mais jovens. Os apelos são legais, mas já vi esse filme algumas vezes.

No RIo com o Brizola, um orador exímio, ou mesmo com o Saturnino, o MArcello Alencar e por aí vai ...

Em SP por incrível que pareça os dois candidatos tem plataformas excelentes e são ambos bons, a discussão agora é sim com a identificação deles. A MArta deve perder por ter se valido das taxas que sufocaram a classe média aqui .. único erro mortal dela ... Isso ainda tá na lembrança, mas não fez um governo abaixo do Bom.

O Kassab, em 2 anos (assumiu no lugar do Serra que foi eleito governador), tb faz um bom governo. Brigou com muita gente por coisas simples e importantes. Conseguiu contruir pontes, túneis e o cacete à 4 ... Foi malufista e isso depõe contra ele, mas sinceramente, o paulistano tá pouco se importando com a ideologia, ele quer a cidade funcionando bem e solução para seus problemas ...

O último governo ruim na cidade, foi eleito como o Gabeira, uma pessoa simpática, ligada à dita vanguarda ... Luiza Erundina ... Acabou saindo do PT depois ...

De lá prá cá todos foram bons prá SP. Maluf foi tão bem que elegeu seu secretário Celso Pita, este foi tão bem que se reelegeu, aí foi pego com a mão na botija ... Marta ganhou e fez um bom governo mas com o pecado citado acima, Serra ganha, vai bem e se elege Governador, Kassab, seu vice, assume e deve ser facilmente reeleito domingo ...

vejam o incrível o racional por ordem inversa ...

Gilberto Kassab – DEM - Direita

José Serra – PSDB – Centro

Marta Suplicy – PT – Esquerda

Celso Pitta – PP – Centro

Paulo Maluf – PP – Centro - Direita

Luiza Erundina – PT – Centro – Direita

Agora comparem com o Rio:

César Maia – DEM – Direita (Teve 3 mandatos e elegeu o Conde seu sucessor)

Luiz Paulo Conde – DEM – Direita (agora PSDB)

Marcello Alencar – PDT – Esquerda

Saturnino Braga – PDT – Esquerda (foi para o PT)

Aquiles
*HEXA MASTER*
*HEXA MASTER*

Masculino
Número de Mensagens : 13713
Idade : 48
Localização : SP-RJ-Mundo afora
Humor : Ácido
Reputação : 17
Data de inscrição : 04/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Fernando em Dom 26 Out 2008 - 20:42

Já era....
como sempre o povo tem o governane que merece...

tomara que faça algo...

_______________________________________________
Hexa na Raça

Fernando
Administrador

Masculino
Número de Mensagens : 15408
Idade : 37
Localização : Rio de Janeiro
Humor : As vezes vermelho as vezes preto...
Reputação : 8
Data de inscrição : 04/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Aquiles em Seg 27 Out 2008 - 8:46

Fernando escreveu:Já era....
como sempre o povo tem o governane que merece...

tomara que faça algo...

+ de 1milhão de abstencões e uma derrota por 55mil votos ...

O Paes ganhou por dois quesitos claros:
a) A máquina pública;
b) A falta de estrutura da campanha do Gabeira ...

Fica para os gabeiristas a esperança que o ilustre deputado volte daqui a 4 anos e faça um programa e conheça bem a cidade que pretenda governar. Faltou isso. Só isso.

Deve torcer tb para o Paes não fazer um bom governo, pq aí é mais difícil ...

Para mim foi surpresa ...

Aquiles
*HEXA MASTER*
*HEXA MASTER*

Masculino
Número de Mensagens : 13713
Idade : 48
Localização : SP-RJ-Mundo afora
Humor : Ácido
Reputação : 17
Data de inscrição : 04/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Convidad em Seg 27 Out 2008 - 9:24

Aquiles escreveu:
Fernando escreveu:Já era....
como sempre o povo tem o governane que merece...

tomara que faça algo...

+ de 1milhão de abstencões e uma derrota por 55mil votos ...

O Paes ganhou por dois quesitos claros:
a) A máquina pública;
b) A falta de estrutura da campanha do Gabeira ...

Fica para os gabeiristas a esperança que o ilustre deputado volte daqui a 4 anos e faça um programa e conheça bem a cidade que pretenda governar. Faltou isso. Só isso.

Deve torcer tb para o Paes não fazer um bom governo, pq aí é mais difícil ...

Para mim foi surpresa ...

Acho difícil do Gabeira voltar daqui a 4 anos.

Terá mais de 70, logo, menos disposição pra enfrentar uma campanha desgastante.

O momento era propício. A oportunidade surgiu. Os astros se alinharam. Agora o bonde passou....

O alto índice de abstenção se deu porque hj no Rio é feriado pro funcionalismo que viajou e teoricamente estaria mais alinhado ao Gabeira.

O abraço do Paes no Cabral, seguido das primeiras declarações pós-resultado apontando como o maior responsável pela vitória o próprio Cabral e ainda lambendo o saco do Lula, demonstram bem que a política com p minúsculo darão o tom do governo Paes.

Quem se apropria, rouba, desvia, pode falar de moralidade? E quem cheira pó tem moral pra combater o tráfico?

Cabral pai tá desapontado com o filho. Parte da família do Paes nem o dirige a palavra....

O Rio tá bem pra cacete.....

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Aquiles em Seg 27 Out 2008 - 14:38

FÁBIO escreveu:
Aquiles escreveu:
Fernando escreveu:Já era....
como sempre o povo tem o governane que merece...

tomara que faça algo...

+ de 1milhão de abstencões e uma derrota por 55mil votos ...

O Paes ganhou por dois quesitos claros:
a) A máquina pública;
b) A falta de estrutura da campanha do Gabeira ...

Fica para os gabeiristas a esperança que o ilustre deputado volte daqui a 4 anos e faça um programa e conheça bem a cidade que pretenda governar. Faltou isso. Só isso.

Deve torcer tb para o Paes não fazer um bom governo, pq aí é mais difícil ...

Para mim foi surpresa ...

Acho difícil do Gabeira voltar daqui a 4 anos.

Terá mais de 70, logo, menos disposição pra enfrentar uma campanha desgastante.

O momento era propício. A oportunidade surgiu. Os astros se alinharam. Agora o bonde passou....

O alto índice de abstenção se deu porque hj no Rio é feriado pro funcionalismo que viajou e teoricamente estaria mais alinhado ao Gabeira.

O abraço do Paes no Cabral, seguido das primeiras declarações pós-resultado apontando como o maior responsável pela vitória o próprio Cabral e ainda lambendo o saco do Lula, demonstram bem que a política com p minúsculo darão o tom do governo Paes.

Quem se apropria, rouba, desvia, pode falar de moralidade? E quem cheira pó tem moral pra combater o tráfico?

Cabral pai tá desapontado com o filho. Parte da família do Paes nem o dirige a palavra....

O Rio tá bem pra cacete.....

Crítica válida irmão, mas se o Gabeira é o memso que conheço ... volta sim!!! Só achar que vale a pena. Depende da cabeça dele, fôlego ele tem. Por incrível que pareça.

Da família do Paes, não conheço pessoalmente, mas quem namorou a irmã diz que não há nenhum problema na família, ao contrário, no meio da campanha do 1o turno, a família (Jardim Botânico) reuniu os amigos para pedir apoio. Todos lá, ate'cunhado.

Não gosto da política de alianças, tanto quanto não gosto da política de isolamento. Nem para um lado, nem para outro. Após os debates, vê-se que a leitura do Rio não é muito diferente entre eles. Ganhou o mais político.

Só para saber, em SP tb hoje é feriado dos funcionários públicos ...

Aquiles
*HEXA MASTER*
*HEXA MASTER*

Masculino
Número de Mensagens : 13713
Idade : 48
Localização : SP-RJ-Mundo afora
Humor : Ácido
Reputação : 17
Data de inscrição : 04/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: eleições...

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 7:31


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum